20 de jan de 2013

Mesmo fora de casa, Cruzeiro bate o Florianópolis e assume segundo lugar

O Cruzeiro confirmou a grande fase na Superliga masculina de vôlei e conquistou mais uma vitória, desta vez diante do Florianópolis, no ginásio Capoeirão, na capital catarinense. O time mineiro, mesmo na casa do adversário, com a pressão contrária da torcida, não tomou conhecimento da equipe de Santa Catarina e fez 3 sets a 0 (25/15, 25/18 e 25/17), com muita facilidade.


Foi a terceira vitória seguida do Cruzeiro, que impôs a quinta derrota consecutiva ao Florianópolis. Com o resultado, os mineiros reassumiram a vice-liderança da competição, atrás apenas do Rio de Janeiro. Já o Florianópolis continua em décimo lugar, à frente apenas de Juiz de Fora e Pindamonhangaba.
Na próxima rodada, o Cruzeiro, depois de duas vitórias fora de Minas Gerais, voltará a jogar diante do torcedor celeste. Nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), a equipe mineira receberá o Volta Redonda. Nos mesmos dia e horário, o Florianópolis enfrentará o Vôlei Futuro, em Araçatuba.
O primeiro set começou bastante equilibrado, com Florianópolis e Cruzeiro disputando as bolas de igual para igual. Porém, em duas passagens de Wallace pelo saque, o time mineiro abriu larga vantagem. O ponteiro, a propósito, foi o maior pontuador, com seis bolas na quadra adversária. O Cruzeiro só teve o trabalho de administrar o jogo, virar as bolas e fechar com facilidade. Em um ataque perfeito de Douglas, os mineiros venceram por 25/15.
O Cruzeiro manteve o ritmo no segundo set. Tanto que conquistou mais uma vitória tranquila. Os mineiros, apoiados na excelente distribuição de bola do levantador Willian, não deram chances ao Florianópolis. Wallace, mais uma vez, com quatro pontos marcados, foi um dos destaques, com ataques poderosos. No fim, 25/18, e o Cruzeiro se aproximou bastante da conquista de mais três pontos na tabela de classificação.
Até o primeiro tempo técnico do terceiro set, houve equilíbrio. O placar de 8/6 favorável ao Cruzeiro dava a impressão que os mineiros não teriam a mesma facilidades dos dois primeiros sets. Porém, o que se viu foi exatamente o mesmo cenário. Rapidamente, a equipe celeste abriu vantagem e administrou. Com um placar dilatado e em um ataque do cubano Leal, o Cruzeiro conquistou a vitória: 25/17.