12 de dez de 2012

Polivalente na mira celeste

A busca do Cruzeiro por reforços faz com que o clube entre na briga por atletas que estão além das fronteiras do Brasil. Em sua edição de terça-feira, o jornal francês Le Parisien noticiou que a Raposa estaria no páreo para contratar o armador e atacante Nenê, do Paris Saint-Germain (PSG), da França, que também interessaria a Corinthians e Santos.

Camisa 10 do time francês e principal jogador na temporada passada, o atleta, de 31 anos, perdeu espaço desde a chegada de estrelas como o sueco Ibrahimovic e o argentino Lavezzi. Com contrato até o meio do ano que vem, ele pode assinar, em janeiro, pré-contrato com qualquer clube, o que facilitaria sua volta ao Brasil.

A gota d’água para que o clima entre ele e o técnico Carlo Ancelotti ficasse insustentável, segundo o diário, teria sido a insatisfação demonstrada no jogo contra o Porto, pela Liga dos Campeões, na semana passada, quando chegou a bater boca com integrantes da comissão técnica ao saber que não entraria em campo após se aquecer. Assim, o brasileiro acabou não sendo nem sequer relacionado para os jogos seguintes do Campeonato Francês, contra Evian e Valenciennes, aumentando o mal-estar.

Como o clube já acertou a contratação do também brasileiro Lucas, do São Paulo, e estuda a do holandês Sneijder, a saída de Nenê na próxima janela de transferências é dada como certa. Resta saber se voltar ao Brasil seria seu desejo. O Le Parisien cita também interesse da Inter de Milão.

O que pesa contra o acerto com o clube mineiro, além da concorrência, é o fato de o Cruzeiro não ter carência na posição de Nenê. A diretoria considera que do meio para a frente a equipe está bem servida, principalmente depois da contratação do armador Diego Souza.

Além disso, os valores que poderiam ser pretendidos pelo jogador, acostumado aos padrões europeus depois de quase 10 anos atuando no Velho Continente, estariam fora do que a Raposa se dispõe a pagar. Revelado pelo Paulista de Jundiaí e com passagens por Palmeiras e Santos, ele se transferiu para o Mallorca em meados de 2003, tendo atuando ainda nos também espanhóis Alavés e Celta de Vigo antes de ir para a França defender o Monaco, que o emprestou ao Espanyol antes de vendê-lo ao PSG, em julho de 2010.

Em dois anos e meio na Cidade Luz, disputou 112 partidas, 14 delas nesta temporada, e marcou 48 gols, sendo apenas um nos últimos quatro meses.

TORCIDA 

Com ou sem Nenê, quem quiser assistir às partidas do Cruzeiro a partir da próxima temporada já sabe quanto pagará sendo sócio do futebol no novo Mineirão. O participante da categoria Brasileiro desembolsará R$ 100 mensais e ficará no setor Amarelo Superior (atrás do gol, à direita das antigas cabines de rádio). Já os da Libertadores, R$ 150, no setor Vermelho Superior (antigo portão 7A), do lado oposto às cabines de rádio). No caso da categoria Tríplice Coroa, o valor é R$ 200, na área denominada Roxo Superior (antiga cadeira cativa ou especial). O sócio Cruzeiro Sempre continuará pagando R$ 330 anualmente (R$ 27,50 por mês) e poderá comprar ingressos pela internet, com desconto a ser definido a cada rodada, com direito a escolha de setor. Segundo o departamento de marketing do clube, em breve será lançada a modalidade Super Sócio, em que o torcedor pagará R$ 1 mil por mês e terá benefícios exclusivos no estádio e na relação comercial e de visitas programadas ao clube.

O anel inferior do novo Mineirão ficará em grande parte em poder da Minas Arena, à exceção dos pontos atrás dos gols, 100% a cargo do Cruzeiro. A área abaixo das antigas cabines de imprensa será de cadeiras VIP, comercializadas pela concessionária. Do outro lado do campo, o espaço inferior central será dividido entre Minas Arena e Cruzeiro. A empresa que administra o estádio venderá 8 mil ingressos, e o Cruzeiro 54 mil, dos quais 40 mil são no anel superior.

CLASSIFICAÇÃO ADIADA
O Cruzeiro não conseguiu manter os 100% de aproveitamento na edição 2012 do Campeonato Brasileiro Sub-20, disputado no Rio Grande do Sul. Depois de vencer Santos e Vasco, a Raposinha ficou no empate sem gols com o Sport nessa terça-feira em Gravataí, resultado que não foi de todo ruim, pois mantém o time na liderança do Grupo B, com 7 pontos. Assim, a definição sobre a classificação às quartas de final ocorrerá na última rodada, diante da Ponte Preta, sábado, às 15h30. Se vencer, a equipe celeste assegura a primeira colocação de sua chave.


Fonte