29 de nov de 2012

Montillo revela carinho pelo Cruzeiro e avisa que jamais jogará no Atlético

O meia Walter Montillo foi o centro das atenções na Toca da Raposa II, nesta quinta-feira. O argentino concedeu entrevista coletiva, falou do carinho que sente pelo Cruzeiro, da vontade de permanecer no clube e das especulações a respeito de uma possível transferência. Ele ficará alheio às sondagens dos clubes ao Cruzeiro e garantiu que só negociará com alguma equipe caso a diretoria celeste queira vendê-lo.

“O presidente não falou nada para mim. Quero passar férias tranquilo com minha família. Vou ficar fora das conversas desta vez, o presidente é o dono do clube, é ele quem tem que falar. A proposta chega antes para ele, se ele achar conveniente, ele fala comigo, mas ninguém falou nada comigo até agora”, disse o craque, que ressaltou o carinho pela torcida cruzeirense.

“Eles sabem o carinho que tenho por eles e pelo clube. Já deixei muita coisa de lado para jogar no Cruzeiro. Quando eu poderia ficar na minha casa, liberado pelo clube, continuei jogando, por causa deste carinho. Tenho boa relação com todos aqui dentro, funcionários do clube, já joguei machucado, com dores, em momento delicado com meu filho na UTI. Faço pela torcida e pelo clube, por meus companheiros de Cruzeiro”.

Diante de tamanha identificação, Montillo revelou que jamais jogaria pelo rival Atlético. “Eu não gosto de jogar em time rival. Por respeito à torcida do Cruzeiro. Nunca jogaria no Atlético, nunca jogaria em time que faz clássico. Nunca vou jogar no Colo Colo e no Huracán. Acontece o mesmo no Cruzeiro, nem por trabalho nem por outra coisa”. 


Superesportes