22 de nov de 2012

Diego Souza tem acordo adiantado para defender o Cruzeiro em 2013


O primeiro grande reforço do Cruzeiro para a temporada 2013 pode ser o meia-atacante Diego Souza, de 27 anos, que, recentemente, rescindiu unilateralmente o seu contrato com o Al-Ittihad da Arábia Saudita por não receber salários. O jogador está livre e já tem um acordo verbal com o clube mineiro. "Está 95% certo", revelou uma fonte à reportagem.


Nos últimos dias, Marco Motta, advogado que cuida dos interesses de Diego Souza, assegurou que ele estava autorizado pela Fifa a se transferir para outro clube. O processo contra o Al-Ittihad segue em andamento na entidade, mas apenas para acertar pendências financeiras do clube com o jogador. O contrato já foi rescindido, sem chance de reviravolta.

Em julho, Diego Souza  foi vendido ao Al-Ittihad por R$ 14,4 milhões, mas os árabes deram calote na Traffic (dona de 66,7% dos direitos), no Vasco (dono de 33%) e no jogador. O armador recebeu apenas luvas e, posteriormente, não teve os salários pagos pelo clube.

Além do Cruzeiro, outros clubes ainda negociam com Diego Souza, entre eles o Santos.

Caso o acerto com o Cruzeiro se confirme, Diego Souza jogará em Minas pela segunda vez. Em 2010 e 2011, o meia teve uma passagem discreta pelo Atlético.

O Galo pagou 3 milhões de euros por 50% dos direitos do jogador em 2010. Em março de 2011, o clube negociou Diego para o Vasco e recebeu 2 milhões de euros, mas ficou com 17% dos direitos do atleta. Depois, houve a troca de uma dívida com a Traffic por esse percentual.

No Atlético, foram 32 jogos e cinco gols na temporada 2010. Em 2011, na reserva, entrou no decorrer dos confrontos contra Cruzeiro e Guarani, pelo Estadual, e durante o amistoso contra o River Plate do Uruguai. Insatisfeito, Diego Souza  procurou o presidente Alexandre Kalil e pediu para ser negociado. Segundo o então técnico Dorival Júnior, o meia vinha sendo preparado para recuperar o futebol que o destacou em 2009. Por isso, não vinha sendo aproveitado como titular.

No Vasco, Diego recuperou a boa forma dos tempos de Palmeiras (2009) e conquistou a Copa do Brasil de 2011. Ele deixou São Januário este ano com 28 gols em 82 apresentações.