20 de jun de 2012

Roth revela saída de Walter por não ter atingido parâmetros físicos exigidos pelo Cruzeiro


Próximo de acertar com o Goiás, para disputar a Série B do Brasileiro, o atacante Walter esteve na Toca da Raposa II, nesta quarta-feira, para acertar sua saída do time celeste, já confirmada no dia anterior pela diretoria cruzeirense. Apesar de elogiá-lo, o técnico Celso Roth afirma que o jogador precisa se cuidar em relação ao peso e avisa: “se não melhorar, vai ter problema”.

Walter foi liberado pelo Cruzeiro por não ter rendido o que a diretoria esperava e também por não ter perdido peso. O treinador afirma o jogador convive com o problema, desde quando começou no Internacional.
“O Walter foi meu jogador no Internacional, para depois ir para o Porto. Lá (Porto Alegre), ele já tinha esse histórico, esse é o grande problema dele. Ele não consegue chegar aos parâmetros exigidos, aqui no Cruzeiro temos um determinado percentual de gordura. E ele tem que chegar nisso”, afirmou o comandante celeste.
O treinador acredita que Walter tem qualidade para fazer sucesso no futebol, mas afirma que precisa se preocupar com a parte física que, para o treinador, fizeram o jogador não continuar no Porto.
“Qualidade técnica tem, é um menino que aprendi a gostar. O Walter quando estávamos no Internacional, o Damião era banco. Só que para se manter em equipe de alto nível, precisa de um alto nível físico. Infelizmente esse foi o problema. Espero que tenha aprendido isso e que consiga se achar”, observou Celso Roth.
O jogador chegou ao clube mineiro no início do ano, emprestado até o fim da temporada pela Porto. Pelo time celeste, foram 11 jogos e três gols marcados. Porém, o atleta não conseguiu uma sequência de jogos e chegou a treinar separado há duas semanas para melhorar a forma física. Agora, Walter deve acertar até o final da semana com o Goiás, no qual vai trabalhar com o técnico Enderson Moreira, com quem trabalhou no Internacional.
“Lá, ele vai encontrar um treinador que trabalhou no Internacional B. É um menino que precisa, precisa muito melhorar. Mesmo que tenha contrato com o Porto, esse contrato acaba. Se ele não se cuidar, vai ter problema. Espero que essas curvas na caminhada, representem alguma coisa para ele”, avisou.
UOL