6 de jun de 2012

Cruzeiro fecha acordo para prorrogar contrato de Wallyson e mantê-lo até o fim do ano


Depois de se mostrar pessimista em relação à renovação de contrato com Wallyson, o Cruzeiro revelou que deve acertar a permanência do atacante. A diretoria e o empresário do atleta, Gustavo Arribas, chegaram a um ponto em comum e o vínculo do jogador deve ser prorrogado pelo menos por mais cinco meses, período em ficou ele machucado no ano passado.

“O contrato existente terminaria em agosto. Mas tem uma cláusula do contrato, pelo período que ele permanecesse por contusão, que poderíamos renovar. Ele (Wallyson) concordou em prorrogar o contrato. Precisa agora do aval dos investidores”, disse o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares.
A reunião com o empresário do atacante ocorreu no começo da semana e conseguiu acertar o acordo para continuar com Wallyson, que também terá um reajuste salarial com a ampliação do vínculo. Agora, o clube celeste precisa apenas ter o aval da HAZ Sports Agency, detentora dos direitos econômicos do jogador.
“Estamos tentando também prorrogar contrato por mais um ano para permanência dele.Estamos apenas discutindo com ele fixar valor no contrato para conseguirmos adquirir os direitos econômicos do atleta no próximo ano”, observou o presidente celeste.
Na última semana, o diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, revelou que os empresário de Wallyson pediram 6,5 milhões de euros para a compra do passe do atacante. Porém, afirmou que o clube celeste apenas iria tentar a permanência do jogador por empréstimo.
Se o jogador fosse vendido, enquanto estivesse com contrato com o Cruzeiro, o clube mineiro teria direito a 30% do valor do negócio. Wallyson fraturou o tornozelo esquerdo, em agosto do ano passado, e ficou cinco meses fora dos gramados.
UOL