27 de mai de 2012

Campeonato Brasileiro - Náutico 0 x 0 Cruzeiro

Náutico e Cruzeiro não saíram no zero na noite deste sábado, em jogo isolado na segunda rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes criaram algumas chances nos Aflitos, mas não conseguiram balançar as redes.

O Timbu foi melhor no jogo, porém falhou no último passe e nas finalizações que fez dentro de seus domínios. Sem vencer ainda na competição nacional, a Raposa dorme na 9ª colocação e o Alvirrubro na 14ª.

Na próxima rodada, os dois times vão ao Rio de Janeiro. O Náutico enfrenta o Vasco, em São Januário, e terá de volta o zagueiro Márcio Rosário, que ficou de fora do jogo deste sábdo por ter levado cartão vermelho na rodada passada. O Cruzeiro joga contra o Botafogo, no Engenhão, e poderá contar com o atacante Anselmo Ramon, que também volta de suspensão.

Antes do jogo, Celso Roth havia avisado que se o Cruzeiro quisesse vencer nos Aflitos era preciso entrar em ritmo alucinante. E foi o que aconteceu. Mesmo sem muitas chances reais de gols para ambos os lados, os dois times procuraram o ataque desde o início. O Cruzeiro tocava a bola, esperando o melhor momento de atacar, enquanto o Náutico se lançava mais à frente e fazia forte marcação na saída de bola do time mineiro.

A primeira chance real de gol esteve nos pés de Lucio. O lateral-esquerdo recebeu um bom cruzamento de Auremir, pegou de primeira, chutou da entrada da grande área e a bola passou perto da trave direita do cruzeirense Fábio. Após o susto, o Cruzeiro equilibrou o jogo e começou a criar mais chances. Na melhor delas, Souza pegou rebote na entrada da área e chutou com perigo, para a defesa do goleiro Gideão.

O grande lance da primeira etapa, porém, foi protagonizado pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Aos 36 minutos, o juiz expulsou Charles, por falta em Araújo, mas foi chamado pelo assistente, voltou na decisão, anulou o segundo cartão do volante e amarelou Diego Renan.

No retorno do intervalo, Celso Roth preferiu não arriscar e tirou Charles, que já tinha amarelo, para a entrada de William Magrão. Já Alexandre Gallo fez duas mudanças: colocou Rhayner na vaga de Cléverson e Souza no lugar de Glaydson e mandou seu time para a frente.A estratégia deu certo. Aos onze minutos, após receber cruzamento na área, Araújo pegou de primeira, sem marcação, mas acabou isolando a bola.

A pressão continuou. Aos 8, Fábio fez uma defesa espetacular em outro chute de Araújo. A partir daí, o jogo ficou morno, e os times começaram a fazer muitas faltas. A única chance que surgiu foi aos 47 do segundo tempo, em cobrança de falta de Souza, que Fábio espalmou para escanteio. Não deu para nenhum dos dois e o placar ficou mesmo no zero.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X CRUZEIRO

Local: Aflitos, em Recife (PE)
Data-Hora: 26/5/2012 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP)

Cartões Amarelos: Charles, Diego Renan, Tinga, Souza e Wellington Paulista (CRU); Marlon e Ronaldo Alves (NAU)
Cartão Vermelho: Nenhum

GOLS: Nenhum

NÁUTICO: Gideão, Auremir, Marlon, Ronaldo Alves e Lúcio; Derley, Elicarlos, Glaydson (Souza - intervalo), Ramon (Rodrigo Tiuí - 15'/2ºT) e Cleverson (Rhayner - intervalo); Araújo


CRUZEIRO: Fábio, Diego Renan, Victorino, Léo e Marcelo Oliveira; Amaral, Charles (William Magrão - intervalo), Tinga (Wallyson -26/2ºT), Souza (Evérton - 15'/2ºT) e Montillo; Wellington Paulista


FutebolAoVivo