5 de fev de 2013

Falhas no novo Mineirão rendem multa de R$ 1 milhão

O governo de Minas Gerais foi rápido para tentar impedir que os problemas estruturais vistos no clássico deste domingo, entre Atlético-MG e Cruzeiro, se repitam no Mineirão. Em entrevista coletiva ontem, o governador Antonio Anastasia divulgou que a Minas Arena, responsável pela administração do estádio depois da reforma, já foi multada em R$ 1milhão. Antes, Anastasia participou de uma reunião, na Cidade Administrativa, com o secretário extraordinário da Copa do Mundo em Minas Gerais (Secopa-MG), Tiago Lacerda, e o presidente da Minas Arena, Ricardo Barra. Ali, os três discutiram os problemas vistos na abertura e a forma como serão corrigidos. 


Mineirão ficou dois anos e sete meses fechado para as reformas necessárias para sediar jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014. Na reinauguração do estádio, torcedores encontraram banheiros sujos e sem água, não tiveram como comprar bebidas ou alimentos porque os poucos bares que abriram funcionaram de forma precária e fecharam antes do intervalo do jogo. E houve atraso na abertura do estacionamento, o que provocou congestionamentos em todas as vias de acesso à região da Pampulha, onde a arena está localizada.

Fonte