11 de out de 2012

Gilvan de Pinho mostra confiança em repatriar Alex

"Conheço o Alex e conversei com ele. Se tivesse ouvido de outras pessoas o que ele me passou, tudo bem, mas, como conversei com ele, sei que isso não é verdade. Já ouvi a diretoria do Coritiba falar que não acertou com o Alex. Ele só vai decidir quando chegar ao Brasil. Vou levar nossa proposta ao Alex  e ouvir a dele. Vamos fazer todos os esforços para trazê-lo"



Gilvan deixa claro que a torcida do Cruzeiro terá que esperar pelo menos até o próximo dia 20, para saber a resposta do jogador. O dirigente frisou ainda que o atleta já deu declarações que quer jogar por um clube que briga por títulos e Gilvan Tavares, afirma que a Raposa sai na frente neste aspecto.

"Pelo que ouvi do Alex, ele vai examinar duas situações. Primeiro, a segurança para a família dele. E ele quer vir para jogar em um time que vai brigar pelos títulos. Sei que o Cruzeiro está à frente do Coritiba neste aspecto. No dia 20 de outubro, ele vai dar a resposta", comentou.

Sobre a manifestação da torcida pedindo a volta de Alex, o presidente  cruzeirense afirmou que pode ajudar na decisão dele aceitar a oferta celeste. "Acho que pode ajudar bastante. A torcida tem que fazer mais movimentos como esse para mostrar o carinho que tem por ele. Ele é muito carente quanto a isso. Essas movimentações podem ajudar sim", concluiu.