3 de set de 2012

Sonho segue vivo, e Cruzeiro pretende repatriar Alex


O sonho cruzeirense de repatriar Alex, do Fenerbahçe (TUR), está cada vez mais próximo. Após o diretor de futebol Alexandre Mattos revelar que o clube já fez um contato com o atleta e ainda tem interesse na contratação para a temporada seguinte, foi a vez do presidente Gilvan de Pinho Tavares também comentar o desejo no experiente apoiador.


Relembrando o status de ídolo do jogador - por conta da Tríplice Coroa de 2003 -, o mandatário celeste revela que o meia-atacante, de 34 anos, pretende retornar ao futebol brasileiro ao término de seu contrato com o clube turco, que se encerra em maio do próximo ano.

"O Alex nos disse que gostaria de voltar a Brasil e jogar pelo Cruzeiro. É nosso ídolo, ao lado do (lateral-esquerdo argentino, Juan Pablo) Sorín. Ele se encaixa perfeitamente no perfil de atletas que queremos em grandes competições. Se voltasse, todos ficariam muito felizes", destacou o cartola, que ainda comentou a situação do atleta.

"Já fizemos contato com o Alex. Ele tem contrato com o clube até maio do ano que vem. Mas ele tem vontade de voltar. Outros clubes do futebol brasileiro também têm interesse em contratá-lo. Vamos ver se conseguiremos trazê-lo. Evidentemente que tem que ser dentro do nosso orçamento. É um idolo da nossa torcida e faremos o possível para que isso aconteça."

Alex teve duas passagens pelo clube de Belo Horizonte. Na primeira vez que defendeu as cores da Raposa, em 2001, o jogador não se destacou e, por isso, retornou para o Palmeiras. Posteriormente, o meia-atacante conquistou o Campeonato Mineiro - em duas oportunidades (2003 e 2004) -, a Copa do Brasil e o Brasileirão, ambos de 2003.