27 de ago de 2012

Gilvan pede calma aos torcedores após empate

Ao ser questionado sobre a arbitragem do clássico entre Cruzeiro Atlético, Gilvan de Pinho Tavares tratou de acalmar os torcedores com o fato de eles terem jogado objetos no campo por causa dos erros do árbitro no duelo.

"Extravasem a raiva de outra forma. Não é bom que se faça isso (jogar objetos no campo). Isso pode gerar julgamento e prejudicar o mando de campo do time. E ficar fora de Belo Horizonte nos dá prejuízos e a torcida fica longe da equipe, o que é ruim para todos", disse o presidente.

O presidente ainda disse que o Cruzeiro fará uma grande arrancada no segundo turno. 
"Vai ser uma arrancada bacana na segunda parte do campeonato. Tomara que os gols não saiam assim, no último minuto. Que seja mais tranquilo daqui para frente. Temos um time consciente de que precisa melhorar e eles mudarão. Mas pelo menos tiramos o gostinho da vitória deles, já que no primeiro tempo o árbitro deu quatro minutos a mais até que eles empatassem", acrescentou Gilvan.