4 de dez de 2012

Cruzeiro rechaça Caixa e quer parceiros para manga


O Cruzeiro descartou qualquer negociação com a Caixa Econômica Federal a respeito de patrocínio para o uniforme do clube em 2013. Ao mesmo tempo em que rechaçam o banco, os dirigentes celestes buscam parceiros para a manga da camisa, espaço que segue sem aporte.

O longo contrato com a atual patrocinadora máster, o banco BMG (até dezembro de 2014), é o principal motivo para a falta de interesse em um substituto para empresa.

“Ninguém da Caixa me procurou e eu sou o responsável pelo marketing do Cruzeiro, eles podem ter ido atrás de outros dirigentes do clube, mas com o marketing não ouve contato”, revelou Marcone Barbosa, diretor de marketing do clube.

Apesar do espaço máster já ter dono, a manga da camisa do Cruzeiro segue sem nenhum patrocínio, algo que incomoda o clube, que espera vender esse espaço para 2013.

“Estamos buscando parceiros para a manga da camisa. Estamos conversando com algumas empresas, a maioria já é conhecida no meio do futebol, mas tem uma que estuda uma primeira investida no esporte. Não temos um prazo definido para fechar negócio, mas quando for a hora vamos concluir as conversas”, comentou Marcone Barbosa.

Recentemente, o clube divulgou que planeja realizar uma festa para a reabertura do Mineirão, estádio considerado a casa da equipe. Possivelmente, a partida de reestreia será o clássico local entre Cruzeiro e Atlético Mineiro, pelo Campeonato Estadual de 2013