3 de out de 2012

Diretoria do Cruzeiro nega proposta oficial por Alex

Com a saída de Alex do Fenerbahçe, da Turquia, começaram os boatos sobre o futuro do meia e o Cruzeiro é um dos destinos mais especulados, já que o jogador é um dos maiores ídolos da história do clube. O técnico Celso Roth elogiou Alex, durante a entrevista coletiva desta terça-feira, mas não fez um pedido especial para que ele volte a fazer parte do plantel.

- O Alex é um jogador excepcional, que trabalhou comigo no Palmeiras em 2001. Tiramos o Cruzeiro da Libertadores aqui dentro do Mineirão. Ele foi meu capitão e, se tiver que voltar para o Brasil, que volte para onde ele seja feliz. Se for para o Cruzeiro, será muito bom para o clube.

O Cruzeiro negou que já tenha apresentado uma proposta oficial para o retorno de Alex, mesmo admitindo que o clube tenha interesse em contar com o futebol do meia para a próxima temporada, já que as inscrições para o Campeonato Brasileiro já estão encerradas.

A assessoria do atleta também não confirmou proposta do Cruzeiro. Como Alex não tem empresário, desde que encerrou seu vínculo com o uruguaio Juan Figger, ele tem liberdade para negociar diretamente com os clubes. O relacionamento de Alex com o supervisor de futebol Benecy Queiroz e com o gerente de futebol Valdir Barbosa pode ser um facilitador na negociação, já que os dois estão no Cruzeiro desde o tempo em que o meia paranaense atuou no clube.